Conheça os estilos de cerveja Lager

Você sabia que cervejas da família Lager são as mais consumidas no Brasil? São cervejas mais carbonatadas, e então caíram no gosto popular. É as cervejas de baixa fermentação, que são doradas e filtradas. Todavia, podem aparecer algumas bebidas dessa família um pouco mais escura.

Existem, pois, algumas subdivisões dessa família, que são:

Estilo Light Lager/ Pale Lager

Está é a subdivisão mais comum e mais apreciada pelos brasileiros.

1. Pilsner

Possui um aroma e sabor acentuado pelo lúpulo, o que lhe dá a característica de um leve amargor. São bebidas claras, com baixo corpo e fácil de beber. Como resultado do seu processo de produção, elas apresentam uma baixa fermentação e teor alcoólico, e também um final seco.

2. American Lager

Também são denominadas Pilsen no Brasil, mas não se engane, oficialmente devem ser reconhecidas como Lager. Assim como as Pilsner, é uma bebida fácil de beber e com baixo amargor. Possuem como características um aroma suave de cereais e uma cor dourada e cristalina. As marcas mais comuns desse estilo são a Skol, Kaise e Brahma.

3. Premium Lager

São bebidas de estilo Americano. Apesar de se assemelharem às American Lager, estas possuem maior quantidade de lúpulo e malte. Sua cor é dourada ou acobreada e seu teor alcoólico pode variar de 4,5% e 5,5%. Exemplos famosos vendidos no Brasil são a Heineken e Stella Artois.

4. Helles

É uma cerveja que é consumida e produzida principalmente na região da Baviera e Alemanha. Seu destaque está no malte usado, que evidencia um sabor de pão e biscoitos. Como usa menor quantidade de lúpulo em sua fabricação, também é conhecida por ter um baixo amargor.

Estilo Dark Lager

Cervejas desse estilo são caracterizadas por sua cor escura e baixo corpo.

1. Munich Dunkel

Ainda que seja originalmente uma Dark Larger da Europa, curiosamente Dunkel quer dizer escuro em alemão. Seu malte Munich cede um doce amargor e notas de chocolate, caramelo e nozes à bebida.

2. American Dark Lager

São cervejas bem escuras, com baixo corpo, boa carbonatação, espuma dourada e muito refrescante. Todavia, seu malte, lúpulo e aroma não são marcantes na bebida.

3. Malzibier

É considera a original Dark Lager no Brasil. Mesmo que hoje não seja tão consumida, ainda é produzida por grandes cervejarias, como Brahma, Itaipava e Antarctica. Escura e doce, com teor alcoólico baixo, sua diferença principal é ,porém, a adição de um xarope de açúcar e caramelo no final da fermentação.

Estilo Bock

Este estilo é muito recomendável para ser consumido nos dias do inverno Brasileiro. Apresentam notas de caramelo e pão tostado e uma cor escura.

1. Tradicional Bock ou Dunkless Bock

No seu aroma o malte é moderadamente percebido como pão. No entanto, o lúpulo é quase imperceptível, mas se equilibra com o malte. A cor varia do cobre claro ao marrom consistente.

2. Doppelbock

É mais forte que a Dunkless Bock. Seu teor alcoólico varia de 7% a 10%. Todavia, o que mais a faz destacar é sua cor que vai do âmbar até um vermelho rubi. Essa beleza somada ao colarinho cremoso da cerveja é o que a torna inesquecível. Em seu gosto porém, quase não se nota o lúpulo e a característica principal fica por conta do malte tostado.

Estilo European Lager

Conhecido por ser um agrupamento de estilos europeus, que se caracterizam por ter um maior teor alcoólico e também o mesmo tipo de fermentação.

1. Viena

Seu nome já diz tudo. Ela foi criada na cidade de Viena em 1840. Sua característica leve vem da utilização de maltes da região. Então, é uma cerveja difícil de ser encontrada com suas características e receita original por conta da industrialização. Mesmo que exista uma versão americana, as diferenças são muito perceptíveis, visto que estas são amargas e fortes, e as da Europa costumam ser adocicadas. Sua aparência varia entre o âmbar e o cobre claro, e seu aroma é leve com poucas características do lúpulo.

2. Marzen Lager

Originalmente produzidas na Baviera, são produzidas principalmente no mês de Março para serem consumidas durante a Oktoberfest, no outono. Devido à seu aroma leve, podemos sentir notas de pão tostado e um pouco de lúpulo. No entanto, seu sabor é levemente adocicado e caramelado. Apresentam um teor alcoólico elevado e a coloração pode variar do âmbar ao marrom.

FONTE: www.hominilupulo.com.br