Os diferentes tipos de Lúpulos

Acredite ou não mas o Lúpulo é uma planta trepadeira que pertence a família das Canabiáceas. Isso mesmo. O lúpulo é um primo distante da Canabis. Mas ao contrário da erva, ele não possui características psicoativas.

Seu principal pal é proporcionar o aroma e o amargor das cervejas, uma vez que é utilizado no processo de fervura do mosto. Todavia, existe uma dúvida bem como entre os cervejeiros: qual lúpulo devo usar??

Se a intenção é que ele sirva apenas para dar amargor na cerveja, qualquer variedade irá resolver. Ele deve ser acrescentado à receita 60 minutos antes do fim da fervura.  Porém, se sua ideia e explorar todas as propriedades que o lúpulo pode oferecer, a história é outra. Para ajudá-lo, separamos os 11 tipos mais populares. Com certeza eles darão um aroma inesquecível à sua breja artesanal.

Os 11 tipos de Lúpulos mais populares

Deixe de lado a premissa que todo lúpulo é igual. Existem mais de 100 variedades e cada um tem suas características específicas. Eles podem dar um amargor mais forte ou não, trazer sabores e aromas cítricos ou herbais à sua receita. E é essa variedade que ajuda você a escolher qual irá se adequar mais ao estilo de cerveja que está produzindo.

Saaz

É o lúpulo mais clássico do mercado e considerado um dos 4 nobres. Ele é responsável pelo amargor picante às Pilsner tradicionais. Sendo assim, seu aroma terroso e seu amargor suave, são características que garantem uma maior drinkability à cerveja.

Colombus

Tem aroma bastante lupulado com notas cítricas sutis, perfeito como um lúpulo de dupla utilização. Seus óleos são moderados e bem balanceados. É usado geralmente no final da fervura, e, quando fresco, tem um sabor de ervas com uma nota cítrica de limão. Ideal para cervejas que seguem os estilos Pale Ale, India Pale Ale, Stout, Barley Wine ou Lagers.

Northern Brewer

Primeiramente foi cultivado na Alemanha. Demonstra características agradáveis de pinheiro, resinoso e hortelã. Seu perfume é fino e discreto, ou seja, é um lúpulo com harmonização fácil e com diversas categorias de alimentos. Hoje também é fortemente cultivado no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Citra

O nome já entrega o jogo. Esse é o lúpulo para quem gosta da sensação cítrica na boca.  Com uma  variedade de aroma, entrega características únicas e um sabor altamente agradável. Você pode perceber suas características ao apreciar a Sierra Nevada Torpedo IPA.

Sorachi Ace

Originalmente foi desenvolvido para a Cervejaria Sapporo no Japão em 1984. Porém, foi ressuscitado nos EUA em 2006. Sorachi Ace está disponível em quantidades limitadas, no entanto é uma variedade popular entre cervejeiros artesanais por seus aromas únicos. É fortemente conhecido por sua intensa carga de raspas de limão e erva cidreira. Encontrado, pois, nos estilos American Ales, Cervejas de trigo e Saison.

Brewers Gold

É um produto tipicamente norte-americano. Seu sabor forte é marcante são suas características principais. Entretanto, não apresenta tantos diferencias aromáticos. Ainda assim, vale ressaltar que ele colabora na produção de um líquido com uma textura excelente, consistente e refrescante. Cervejas com uma coloração dourada inclinam-se a utilizá-lo com maior frequência.

Cascade

É o lúpulo mais cítrico disponível para a produção de cervejas. Sua variedade aromática traz um potencial de amargor bem estável. Com seus toques picantes e florais, ele transita entre as melhores Pale Ales, sejam elas americanas ou IPAs.

Centennial

Divulgada em 1990, esta variedade deriva de 3/4 da Brewer’s Gold com pequenas contribuições da Fuggle, East Kent Golding e outras. Algumas vezes chamada de Super Cascade, o Centennial apresenta características aromáticas florais, levemente terrosas e, sobretudo, fortemente cítricas.

Ekuanot (Equinox)

Mesmo não sendo um dos mais populares, é bastante usado na produção de cerveja. As características de aroma diversificadas e pronunciadas combinadas com altíssimo teor de óleo, tornam esta variedade de lúpulo única. Possui notas cítricas de limão e lima, frutas como mamão e maçã, pimentão e ervas.É um lúpulo ideal para dry hopping.

Amarillo

De origem recente, o Amarillo foi descoberto e introduzido pela Vigil Gamache Farms Inc. no estado de Washington. Por ser relativamente novo, é um lúpulo escasso no mercado. Seu aroma é intensamente cítrico, frutado e herbal, que remete à laranja, pinho e maracujá.

FONTES: https://www.bebomelhor.com.br/publicacao/lupulo/

 https://blog.clubedomalte.com.br/curiosidades-cervejeiras/o-lupulo-e-suas-variedades/